The future of Modern Rite in Brazil

José Filardo, P.´. M.´.

Modern Rite is absolute minority in the Brazilian masonic landscape. The Rite exists most in the Grand Orient of Brazil where it represents 4% of the brethren, there are news of lodges in the COMAB, GOP and in the Grand Lodge of the State of São Paulo. Nationwide it represents less than 1% of the Brazilian Freemasons.

One of the problems (apart from the myriad of independent Obediences, some of which are scams) with Freemasonry in Brazil is that the higher hierarchical level of the organization is mummified, mainly that of the Grand Orient of Brazil. At the bottom of the pyramid things are not so bad. In smaller centers, the lodges – regardless of the rite – have some influence over society, the membership is recruited among the leaders, and some lodges even unite to address problems that are common to all brothers. However, in larger cities, the power of Freemasonry is annulled by the heterogenic membership in geographical terms and the decentralization of government.

Theoretically – in my wildest dreams – if GMs reclaimed the Modern Rite perspective of Freemasonry, maybe they could steer the organization into another track and recover the influence that Brazilian FM had in early times.

The fact is that Brazilian FM is dominated by the Scottish Rite, which puts emphasis on polishing the ashlar and finding illumination, rather than social intervention. The GOB’s GM belongs to an Adonhiramite Lodge, plays RPG with the Templars and does all he and his claque can, to eliminate the Modern Rite from the GOB (the Modern Rite is the official rite of the obedience).

What would be the solution for the Brazilian FM landscape?

First, a new Obedience should be founded (The Grand Orient of the Modern Rite) congregating the current lodges of the Modern Rite (about one hundred or so).  Naturally, not all members of the Lodges would follow suit, because most they belong to the Rite, but really do not understand it – they were initiated there, though they would be better off in a lodge of the Scottish, Craft, York or other Rite.

Another problem would be the loss of the “regularity” – cherished by many, and the possible resistance to the initiation of women.

Second, the traditional (a member sponsors a candidate) recruitment method of the Brazilian FM should be changed to a proactive search for leaders in the social fabric and their integration in the FM; not only accept the requests of candidates (2B1ASK1).

This task could or should be undertaken by the Supreme Council of the Rite, after a candid discussion with the GMG about the manoeuvers to eliminate the Modern Rite from the constellation of Rites of the Grand Orient of Brazil.

Publicado on novembro 12, 2013 at 1:08 pm  Comments (6)  

The URI to TrackBack this entry is: https://bibliot3ca.wordpress.com/the-future-of-modern-rite-in-brazil/trackback/

RSS feed for comments on this post.

6 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Fui iniciado em uma loja de oriente independente (GOSC) em rito moderno e passei por processo de regularização, sendo hoje obreiro de oficina obediente ao GOB, também rito moderno.
    Concordo que o rito moderno sofre influências da “escocecização”, percebida quando comparado rituais da época de fundação do Grande Oriente Brasílico (criado em rito moderno) e os atuais do rito.
    Mas não concordo que, como livre pensadores, necessitamos de mais um cisma para manter o rito. A solução é a tolerância e respeito as diferenças dos rituais e da livre consciência.

  2. Filardo, o Grande Oriente Paulista (COMAB) tem algumas lojas do RM. Em Cotia, SP, por exemplo, tem a “Os Enciclopedistas”.

  3. Meu Irm.’. José Filardo:
    Não entendi muito bem quando você diz que o Rito Moderno só existe no Grande Oriente do Brasil. No Brasil e no mundo existem diversas Lojas praticando este Rito.
    Também penso que a solução não seria a criação de uma nova Potência, mas do fortalecimento do Rito pelos seus praticantes.
    TFA
    Waldecy Marques Filho
    ARLS Regeneração Olindense, nº 3218, GOB-GOPE
    Rito Moderno

    • Brother Waldecy,

      Obrigado por seu comentário.

      Como pode ver no título, as afirmações referem-se ao Brasil apenas.

      Por aqui, o Rito Moderno é praticado em 149 lojas do GOB. (Temos notícias ainda não confirmadas de uma loja na COMAB e outra na GLESP, sendo que não sabemos se nesses casos elas praticam o Rito Moderno do GODF ou o Rito Francês Tradicional).

      A questão da criação de uma nova potência está em que a atual administração do GOB pressiona visando a exclusão do RM da constelação de ritos da potência – mesmo considerando que é o “rito oficial”.

      Em um futuro post, abordarei a questão da existência de múltiplos ritos em uma mesma potência. Em minha opinião, isso paralisa a Maçonaria, devido a interesses divergentes entre ritos.

      um TAF
      Filardo

      • Meu irmão Filardo,
        Sou do Grande Oriente do Paraná, potencia independente federada a COMAB.
        No GOP existia o Rito Moderno ou Francês. Houve uma separação. Hoje as lojas do Rito Francês seguem seu caminho, o mesmo ocorrendo com o Rito Moderno, apesar de filosofia idêntica. Portanto, atualmente são três lojas do Rito Moderno.
        Estava prestes a deixar a maçonaria, quando tive conhecimento do Rito Moderno, mesmo que superficial, vi que havia uma luz no fim do túnel.
        Aqueles que teimam em fazer da Maçonaria a sua religião, não percebem o desserviço que promovem contra a nossa ordem. O Rito Moderno ao contrário de que muitos pensam, é o rito
        que busca resgatar a pura maçonaria, a verdadeira maçonaria, sem imposições, sem misticismos, sem verdades reveladas, e sim, uma maçonaria para maçons livres-pensadores.
        Fico feliz em ver que existem verdadeiros maçons, preocupados em fazer o melhor, aqui e agora.
        Parabéns!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: