Arte e Maçonaria: As viagens alquímicas de Hergé – autor de As Aventura de Tintim

Tradução J. Filardo

por Bertrand Portevin

Em uma entrevista realizada por Benoît Peeters e Patrice Hamel, 29 de abril de 1977, Hergé declarava: “Eu acho que há uma maneira, sobre Tintin, de ir mais longe do que temos feito até agora. Você sabe, e eu digo isso com desapego real, quando algo assim é bem-sucedido por tanto tempo, é que há uma razão”.

Quando está acontecendo esta entrevista, Tintin e os Pícaros já foi publicada, a obra está concluída. Ela compreende 22 álbuns em cores, todos em formato de 64 páginas. Estes dois números estão falando para o espírito, o levando a olhar ali várias vezes e usar caminhos discretos, dissimulados. Assim, ele coloca duas questões fundamentais. Esta obra contém mais do que aventuras divertidas, muitas vezes edificantes? Deveríamos estar procurando escondidas as razões para o seu sucesso?

Leia mais: As viagens alquímicas de Hergé

Published in: on julho 7, 2017 at 11:03 am  Deixe um comentário  
Tags: ,