A verdadeira identidade do Irmão Ancião de Rudolf Steiner Revelada

Descobrindo o segredo de “M”, o Adepto por trás da Tradição Ocidental

Tradução J. Filardo


Por Richard Cloud

Muitas especulações foram gastas para descobrir a verdadeira identidade de M de Steiner De acordo com uma Ordem Rosacruz na Alemanha, eles conhecem a identidade deste “Mestre” desconhecido.

Por que isso é tão significativo? De acordo com os ensinamentos de Steiner, “o M” deve ter sido a atual encarnação de Christian Rosenkreutz durante aquela época. Aqui eu revelo o nome dessa pessoa e compartilho a jornada do que encontrei. Essas descobertas foram surpreendentes para dizer o mínimo.

Rudolf Steiner

Em primeiro lugar, deve ser dito que recorreremos a materiais publicados para avaliar essa alegação. Qualquer um pode cruzar referências a estas declarações e observar os fatos. Como estudante de Rudolf Steiner, sempre fui fascinado pela identidade de quem era o Mestre e queria saber mais. Minha pesquisa aqui, de forma alguma, tenta diminuir o trabalho do Dr. Steiner. Pelo contrário, é meu amor por este grande professor de humanidade que me levou a realizar essa tentativa de esclarecimento.

Em 1907, Rudolf Steiner escreveu um breve esboço autobiográfico conhecido como “Documento Barr”. Neste famoso documento, Steiner menciona seu primeiro encontro com “o M”. Desde então, a especulação girou em torno da identidade desse indivíduo, o que não é de se admirar. Ao contrário de outros fundadores rosacruzes como Harvey Spencer Lewis ou Max Heindel, que fizeram alegações de herdar a tradição Rosicruciana, os seguidores da Antroposofia realmente acreditam que Steiner encontrou C.R.C. face a face!

Leia mais em: A verdadeira identidade do Irmão Ancião de Rudolf Steiner revelada