Maçonaria Relevante – Última Parte

Tradução José Antonio de Souza Filardo

Revista Nouvelle Observateur – Agosto 2011

 

PARTIDO DE ESQUERDA, PARTIDO DE MAÇONS!

Mélenchon: A Foice e o Compasso

Intelectualmente, o peso da maçonaria é inegável. Quanto ao resto, você vai dizer, é uma questão de privacidade.

“Se eu sou maçom? Isso não lhe diz respeito!” Jean-Luc Mélenchon não gosta de responder à pergunta. No entanto, mais por razões de forma do que substância, pois o Partido de Esquerda que ele dirige se inspira em ideais maçônicos. Secularismo, Social, República. Em 2008, ao microfone de France Info, ele acabou por reconhecer: “A Maçonaria é fundamental na defesa da República, eu pertenço filosoficamente à corrente do Iluminismo que é a minha maior referência! O que eu posso te dizer a mais?” Nada, na verdade…

Poucos dias antes, Mélenchon tinha falado diante dos irmãos do Grande Oriente de França para responder ao discurso de Latrão de Nicolas Sarkozy e seu conceito de “secularidade positiva”. Mesma resposta um pouco elíptica quando se lhe pergunta a outros membros do partido originários como ele do OCI. Camarada e irmão? “Isto pertence à vida privada”, responde o secretário nacional, Alexis Corbiere, quando colocado contra a parede. Maçom ou um simples secularista? Ele, pelo menos, tentou diante do Conselho muito público de Paris no final de 2010, opor-se aos subsídios para as creches de judeus Lubavitch. Perdida em Paris, a luta foi, no entanto, bem sucedida no Conselho Regional de Ile de France. Outro secretário nacional do PG, Pascale Le Néouannic conseguiu acabar no início de julho com a concessão de subsídios à Rádio Fréquence, protestante.

“Quando nos deslocamos para as províncias e saudamos o chefe do departamento, há muitos aqui que apertam as mãos daquele jeito característico” (dos maçons), reconhece um membro do partido. Alexis Corbiere tempera: “O peso dos maçons na orientação do PG é intelectualmente forte, mas estruturalmente inexistente.” O que equivale a dizer: as orientações do partido não são decididas em lojas. “Embora feliz”, continua um responsável não-maçom, “eu já teria ido embora há muito tempo.” Antes de deixar escapar: “É que a época evoluiu mais que as ideias. Temos muitos republicanos sociais e secularistas que aderem ao PG para defender esses valores, com nada a ver com a Maçonaria. “Por força de se frequentar, acaba-se falando a mesma linguagem”. O humano primeiro” insiste Jean-Luc Mélenchon hoje. Os maçons não dizem outra coisa.

=========================================

PLACÉ É SEU PORTA-VOZ!

Quando os irmãos se tornam verdes

Irmãos entre os Verdes? Sim! E eles são ainda cada vez mais numerosos. “A sua presença tem aumentado nos últimos anos!” garante um ecologista que frequenta as lojas. A cada ano, na véspera da abertura das jornadas de verão do partido, os irmãos Verdes organizam um jantar; eles até mesmo fazem uma discreta publicidade no boletim publicado para a ocasião. Junto aos ecologistas, menciona-se muitas vezes o nome do ex-número dois do partido, Jean-Vincent Placé, ou às vezes do deputado por Gironde, antigamente próximo a Tapie, Noël Mamère.

“Domínio privado!” Eles respondem em coro. Mas, Jean-Vincent Placé, candidato nas próximas eleições para o Senado, acrescenta: “Os combates que a Maçonaria traz sobre a República, secularidade, bioética ou liberdades públicas honram o debate político”.

Nas lojas, os temas ecológicos ganham terreno, diz-se. Embora o peso da Maçonaria nas áreas de eletricidade e nuclear nem sempre facilite os contatos! A chefe do Europe Ecologie – os Verdes, Cécile Duflot já falou diante dos irmãos. A candidata presidencial Eva Joly, também. Durante sua primária, diante de Nicolas Hulot, ela foi recebida pelo Grande Oriente em uma sessão branca em segredo na sede da Rue Cadet. Desde a sua nomeação, a Franco-norueguesa novos convites.

Na Rádio Europe 1, alguns meses atrás, a antiga juíza defendeu a ideia de que os magistrados declarem sua condição de membro da Maçonaria. No interesse da transparência!

Não tenho certeza que os irmãos, mesmo os Verdes, estejam de acordo! M.T.

 

Publicado on agosto 26, 2011 at 2:45 pm  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://bibliot3ca.wordpress.com/maconaria-relevante-ultima-parte/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: