Lendas da Maçonaria Operativa -1401-1500

Dados publicados em wikipedia.

Devem ser vistos com reserva, pois é preciso considerar que a Maçonaria (a instituição que existe até hoje) só seria inventada em 1717 como uma instituição totalmente nova que se destinava ao controle político e social da sociedade inglesa em crise e que elegeu os símbolos ligados ao ofício de pedreiro, por sua estrutura em Guildas.

  • 1410 – O Manuscrito de Cooke é descoberto por Matthew J. Cooke e divulgado por ele em forma impressa em 1861. Está escrito em prosa (930 linhas) com 19 artigos sobre a historia da Geometria e a Arquitetura; seguem os deveres, uma parte histórica, artigos que regulamentam o trabalho e a sua organização, que haveriam sido promulgados na época do rei Athelstan; 9 conselhos de ordem moral e religioso e 4 regras relativas a vida social dos maçons. Neste Manuscrito aparece pela primeira vez o termo “especulativo” falando do filho (irmão, médio irmão ou sobrinho) do rei Athelstan. O Manuscrito não menciona a Hiram Abif, unicamente fala que na construção do Templo de Salomão o “filho do rei de Tiro foi seu Mestre”, que alguns interpretam como sendo a primeira alusão maçônica a Hiram Abif. O historiador Wilhem Begemann indica Gloucester como o local de origem do Manuscrito. Outras datas do origem são 1430 ou 1440 conforme “Os origens religiosos e corporativos da Francmaconaria”.

 

  • 1436 – Na Biblioteca Bodleian, creditada como a Biblioteca em atividade mais antiga do mundo (Oxford, Inglaterra) existe um manuscrito, supostamente escrito pelo rei Henrique VI (1421-1471) e copiado fielmente por John Leyland sobre “Perguntas e respostas referentes ao mistério da maçonaria”. Fala do cálculo aplicado a construção de edifícios, manifesta que a Ordem teve seu início em Oriente e que foi trazida ao Ocidente pelos fenícios; chegou a Inglaterra da França onde tinham chegado iniciados da G L de Crotona, fundada por Pitágoras. Ao que parece, as perguntas representam o exame de um maçom. O rei Henrique VI (1421-1471) e os nobres da corte teriam sido iniciados na Fraternidade em 1442. A data de emissão do manuscrito, 1436, indicaria que o Rei só tinha 15 anos ao ser iniciado. Outra versão atribui o manuscrito a Henrique IV (1367-1413) mas ele morreu antes.

 

  • 1439 – Em virtude de um privilégio concedido pelo rei Jayme II, as lojas escocesas passam a ter como G\ M\ hereditário os senhores Saint-Clair de Roslyn.

 

  • 1452 – É realizado o Convento Maçônico de Estrasburgo, Alemanha, convocado por Erwin de Steinbach e com a participação de arquitetos de Alemanha, Inglaterra e Itália. Foi estabelecido um Código de Regulamentos e foi organizada a Fraternidade de Franc-maçons. Foram reconhecidas 3 classes de artífices : Mestre, Companheiro e Aprendiz, estabelecendo sinais e saudações como métodos de reconhecimento, parte dos quais foram tomados dos maçons ingleses. Foram criadas cerimônias de iniciação com simbolismo que ocultava doutrinas profundas de filosofia, religião e arquitetura.Como resultado do Convento foram estabelecidas Lojas em muitas cidades da Alemanha, reconhecendo a supremacia da Loja de Estrasburgo. Erwin de Steinbach foi eleito G\ M\

 

  • 1459 – É realizado um Convento Maçônico em Ratisbona (Regensburg) Baviera.
    • Dotzunger, arquiteto da Catedral de Estrasburgo, como Presidente do Grêmio da Alemanha, convoca a Assembléia de Mestres de todas as Lojas, sendo discutido e sancionado o Código de Leis adotado em 1452 conhecido como As Constituições dos Maçons de Estrasburgo. Foi estabelecido que deveriam ser criadas 4 Grandes Lojas, em Estrasburgo, Viena, Colônia e Zurich, e que o Mestre de Obras da Catedral de Estrasburgo seria o G\ M\ dos maçons da Alemanha.

 

  • 1462 Ago 24 – As Lojas de Magdeburgo, Halberstadt, Hidesheim e de todas as cidades de Saxónia inférior se reúnem em Torgau, onde aceitam as Constituições aprovadas em Estrasburgo. Redigiram uma Constituição com 112 artigos que ficou conhecida como Ordenações de Torgau
    • A Associação de Investigação maçônica de Manchester, Inglaterra, deu a publicidade em 1941, um documento dos Estatutos alemães de 1462 onde está escrito o juramento do Aprendiz de não revelar a saudação maçônica.

 

  • 1464 – É realizado um novo Convento Maçônico em Ratisbona, convocado pela G\ L\ de Estrasburgo para estudar as divergências das GG\ LL\ de Estrasburgo, Colonia, Viena e Berna.

 

  • 1469 Abr 24 – E realizado um Convento Maçônico em Esfira (ou Spira) convocado pela G\ L\ de Estrasburgo para que fosse estudada a construção de obras públicas, religiosas e monumentais dos principais Estados da Europa, para estudar a verdadeira situação das confrarias maçônicas e, especialmente as estabelecidas na Inglaterra, nas Gálias, Lombardia e Alemanha e, finalmente para tratar dos direitos e atribuições das Lojas e suas recíprocas relações. (Fonte : Nicola Aslan em Historia Geral da Maçonaria).

 

  • 1475 – Um Código escrito no reinado de Eduardo VI da dinastia normanda, para instrução dos candidatos a novos irmãos, diz : “Que, pese a que muitos antigos documentos da Fraternidade em Inglaterra foram destruídos ou perdidos nas guerras de saxões e daneses, o rei Athelstan, insigne arquiteto, que ordenou traduzir a Bíblia a língua saxão no ano 930, uma vez que estabeleceu a paz e a tranqüilidade no reino, construiu grandes obras e estimulou a muitos maçons vindos da França, nomeando-os sobrestantes”. Estes trouxeram consigo as Obrigações e Regras da suas Lojas, conservadas desde os tempos de Roma e obtiveram também do Rei a reforma da Constituição das Lojas inglesas “segundo o modelo estrangeiro e o aumento de salários dos maçons operativos”.

 

  • 1498 – A Fraternidade de Pedreiros de Estrasburgo e da Alemanha, que tinha declinado devido a distúrbios políticos, foi restabelecida pelo Imperador Maximiliano I, quem confirmou seus Estatutos e reconheceu seus deveres e privilégios.

 

  • 1500 – Leonardo da Vinci, Américo Vespucio e o Grande Bibliotecário Paulo Toscanelli, criam Oficinas-Escolas e concebem, junto com o Grêmio de Construtores a formação de Academias; esta forma de maçonaria intelectual inicia-se em Florença e brilha em Milão.
    • O Manuscrito de Dowland, escrito entre 1500 e 1550, cita que o Príncipe Edwin “convocou uma Assembléia em York e lá ele constituiu maçons e lhes atribuiu deveres”.

 

 

 

 

Publicado on julho 20, 2012 at 1:57 pm  Comments (2)  

The URI to TrackBack this entry is: https://bibliot3ca.wordpress.com/lendas-da-maconaria-operativa-1401-1500/trackback/

RSS feed for comments on this post.

2 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Filardo, gostei muito desse seu fantástico “Trabalho!” Verdadeira Obra Prima! Parabéns.

  2. MM. Filardo, parabéns, novamente por sua colaboração conosco – eu especial. Sempre aprendemos vindo por aqui. Poucos são os que nos dão o que queremos…Pedro ARanas.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: