Estes maçons que governam (a França…)

Tradução José Filardo

4/01/2013

 Le Nouvel Observateur

Desde a eleição de François Hollande, os irmãos estão de volta. Pode-se contá-los em posições importantes, no Senado, na Assembleia ou no escritório do primeiro ministro. Retratos.

FM gov 1

Poder: os maçons nas primeiras lojas. (Sipa)

MANUEL VALLS

FM gov manuel valls

O ministro do Interior foi iniciado no Grande Oriente da França na década de 80. Não foi Alain Bauer, seu amigo e futuro grão mestre quem o colocou ali, mas um líder socialista de Paris. Valls se distanciou das lojas a partir de 1996. Mas na Praça Beauvau onde a tradição maçônica perdura, esta formação se revela útil … (Foto Witt-Sipa)

JEAN-YVES LE DRIAN

FM gov jean yves

Membro antigo do GO, prefeito de Lorient e amigo e fiel de François Hollande, ele tomou as rédeas do Ministério da Defesa. Cédric Lewandowski, diretor do gabinete do ministro, é um iniciado influente. De acordo com a tradição republicana, os irmãos são numerosos entre os oficiais. A nomeação de Le Drian não provocou ondas. (Foto Sevgi / Sipa)

JÉRÔME CAHUZAC

FM gov cahuzac

A carreira de eleito em Villeneuve-sur-Lot implica necessariamente a passagem pelas lojas. O ministro do Orçamento participou de muitas sessões de loja. Mas Jerome Cahuzac nunca reconheceu que pertencia à cadeia de união dos maçons do GODF. No entanto, ele não negou esta participação que muitos iniciados lhe atribuem! (Foto B. Chibane / Sipa)

ALAIN VIDALIES

FM gov vidales

Nos Landes, sua iniciação na Maçonaria local é um secredo de polichinelo. Mas o ministro das Relações com o Parlamento não quer confirmar ou comentar esta adesão muito útil: em ambas as casas, cerca de 150 membros eleitos da Fraternal Parlamentar ainda se reconhecem como membros da Maçonaria. (Foto Witt-Sipa)

VICTORIN LUREL

FM gov laurel

O presidente do Conselho Regional de Guadalupe que se tornou Ministro do Ultramar foi iniciado em 1988 no Grande Oriente de França e participou da Loja Acacia dos Trópicos. Em novembro passado, ele acompanhou François Hollande à sede do Grande Oriente em Paris, quando o candidato socialista foi ouvido em sessão branca fechada. (Foto M. Euler / Sipa)

ANNE-MARIE ESCOFFIER

FM gov escofier

A vice-ministra da Descentralização foi nomeado a pedido de Marylise Lebranchu. Anne-Marie Escoffier mantém as melhores relações com a Grande Loja Feminina da França (GLFF). E por uma boa razão: a ex-senadora radical de esquerda da Aveyron teria sido iniciada. (Foto Antoniol / Sipa)

FREDERIC CUVILLIER

FM gov cuvilier

O ex-prefeito de Boulogne e deputado por Pas-de-Calais tem solidas amizades entre os maçons do norte da França. Questionado sobre sua iniciação no Grande Oriente da França, o ministro dos Transportes e da Economia Marítima disse que não poderia responder. Guardar segredo é uma atitude 100% maçônica … (Foto Antoniol / Sipa)

CHRISTOPHE CHANTEPY

FM gov chantepy

Centralizador e tecnocrata, o chefe de equipe de Jean-Marc Ayrault frequenta as lojas do GODF. “Eu estava no Grande Oriente da França. Mas não estou mais “, diz ele. Uma coisa é certa: sua agenda em Matignon não permite que ele participe regularmente das sessões de loja conforme exigido pela regra maçônica. (Foto J. Março / Sipa)

JEAN-PIERRE BEL

FM gov bel

Recém-eleito presidente do Senado, ele recebeu o Grão-Mestre da época, Guy Arcizet para falar sobre secularismo. Eleito localmente senador por Ariège, este seguidor fiel de Jospin, e depois de Hollande disse ter sido iniciado no Grande Oriente, mesmo que ele deva sua formação política ao trotskismo na versão LCR. Discreto por natureza, Bel nunca confirmou. (Foto Chesnot / Sipa)

FRANÇOIS REBSAMEN

FM gov rebsamen

Membro ativo do Grande Oriente da França até a sua eleição como prefeito de Dijon em 2001, o presidente do Grupo Socialista no Senado sonhava com o Ministério do Interior, onde sua rede teria feito maravilhas. Infelizmente, ele foi preterido em favor de um “irmão”: Manuel Valls. Os dois homens foram capazes de se reconciliar. Prova de que a fraternidade não é uma palavra vazia. (Foto Ibo / Sipa)

JEAN-VINCENT PLACÉ

FM gov place

“Este é um assunto de ordem particular. Mas eu conheço a Maçonaria. ” Assim, se exprime o presidente do grupo Europa Ecologia-Verdes no Senado, local tradicional de  maçons  notáveis. Iniciado no GODF, Jean-Vincent Placé, apaixonado por Napoleão e apóstolo do secularismo, é um maçom muito ativo. (Foto Witt / Sipa)

JEAN-MICHEL BAYLET

FM gov bayley

Como presidir o Partido da Esquerda Radical (PRG) sem ter sido formado pelas lojas? Por tradição de família e política, Jean-Michel Baylet, de Tolouse, está na Maçonaria desde 1991, na loja Demain do Grande Oriente de França fundada pelo ex-Grão-Mestre Roger Leray. (Foto B. Chibane / Sipa)

JEAN-LUC MÉLENCHON

FM gov melechom

Depois de ter por muito tempo se recusao a comentar, o candidato presidencial da Frente de Esquerda confirmou no início de 2012. Ele entrou na Maçonaria em 1983. O antigo trotskista explica esta iniciação na loja Roger Leray do Grande Oriente de França, pelo seu compromisso com os ideais republicanos. (Foto Witt / Sipa)

E TAMBÉM…

“Amigos de maçons” ou “maçons sem avental”

Marylise Lebranchu (Descentralização), Stéphane Le Foll (Agricultura), Vincent Peillon (Educação), Michel Sapin (Trabalho), Thierry Repentin (Formação profissional), Aquilino Morelle (conselheiro político do Presidente).

Iniciados do PS

Jean Le Garrec (ex-ministro), Elisabeth Guigou (ex-ministra), Philippe Guglielmi (primeiro secretário federal do PS de Seine-Saint-Denis), Guy Arcizet (ex-Grande Mestre do GO), José Gulino (grão mestre do GO).

Iniciados do Senado

Michèle André (Puy-de-Dôme, PS), Robert Navarro (Hérault, PS), Bernard Saugey (Isère, UMP).

Iniciados da Assembleia Nacional

Claude Bartolone, Christian Bataille, Henri Emmanuelli, Pascale Crozon, Pascal Terrasse, Brigitte Bourguignon, Odile Saugues, Jean-Marie Le Guen.

Iniciados em coletividades locais

Jean-Jacques Queyranne (presidente da região Rhône-Alpes) Gérard Collomb, (Prefeito de Lyon), Jean Germain, (Prefeito de Tours), Daniel Percheron, (Presidente da região Nord-Pas-de-Calais).

Sylvain Courage et Renaud Dély 

Publicado on janeiro 15, 2013 at 11:44 am  Comments (1)  

The URI to TrackBack this entry is: https://bibliot3ca.wordpress.com/estes-macons-que-nos-governam/trackback/

RSS feed for comments on this post.

One CommentDeixe um comentário


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: