A iniciação de mulheres é uma realidade no Grande Oriente de França

22 DE MAIO DE 2012 POR  FRANÇOIS KOCH

Tradução José Filardo

Depois da decisão da Câmara Suprema de Justiça maçônico (CSJM) do Grande Oriente de França (GODF), datada de 11 de Maio de 2012 de anular os votos do Convento de 2011 sobre a diversidade e a entrada de mulheres, alguns irmãos (ou ex-irmãos) acreditavam ser bom dizer que a obediência não poderia mais iniciar mulheres ou filiar irmãs. Isto não é verdade, uma vez que a CSJM tinha decidido a questão em 2010 e que a Justiça civil validou esta decisão da Justiça Maçônica.

Para reforçar isso,o Grande orador do GODF, Jean CRIBAILLET, explicou a situação na Circular n ° 761 datada de 21 de Maio de 2012… dirigida aos Veneráveis Mestres da Obédience… e ao blogue Lumière.

Eis, portanto, o texto… em 3 pontos.

Circular n ° 761

Assunto: esclarecimento depois da decisão da C.S.J.M. de 11-05-2012
Venerável Mestre, meu Mui Querido Irmão, minha Mui Querida Irmã,
Depois da divulgação apressada de decisões da CSJM dos últimos dias, questões foram levantadas por muitos de vocês e as inquietações se manifestaram.
Alguns ainda tentam perturbar a serenidade de nossas Lojas por razões que nada têm a ver com o fato iniciático, devo lhes fornecer as informações a seguir:

1. O GODF, após a anulação pelo CSJM em 11 de Maio de 2012 dos botos n. 93, 94 e 95 votados no Convento de 2011 e do voto n º 9 votado no Convento de 2010 e anulado em 2011,
encontra-se na situação em que ela estava antes da abertura do Convento de 2010: A decisão da seção de recurso da CSJM, prolatada em 10 de Junho de 2010, ainda é válida.
Para lembrar, ela indica que nada no Regulamento Geral do GODF proíbe  a iniciação de mulheres. Como resultado, as lojas do GODF estão livres para iniciar mulheres, mas eles também são livres para se recusar. Esta escolha iniciática permanece dentro da soberania da loja e apenas dela.

2. Os Irmãos que queriam contestar esta posição perante a Justiça da República perderam em primeira instância, assim como em nível de recurso, definitivamente, tendo sido condenados pelo
Tribunal de Apelação de Paris a uma pesada multa a título de custas do processo.

3. Em consequência, as Iniciações de mulheres e as filiações de Irmãs em lojas do GODF continuam no seu próprio ritmo.

O GODF, portanto, deve incluir em seus efetivos no dia do Convento de 2012 um pouco  menos de 1000 mulheres, cerca de 1/3 por meio de iniciação e 2/3 por meio de de filiação.

Recebam, Venerável Mestre, meu Caríssimo Irmão, minha caríssima Irmã, um triplo e caloroso fraternal abraço

Jean CRIBAILLET
Grande Orador

Publicado on junho 5, 2012 at 2:26 pm  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://bibliot3ca.wordpress.com/definitivo-a-iniciacao-de-mulheres-e-uma-realidade-no-grande-oriente-de-franca/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: