Corda de 81 Nós

José Antonio Filardo M .´. I .´.

O que significa, e por que  81 Nós?

Tradicionalmente, na Maçonaria, os operativos empregavam cordas com nós amarrados a distâncias iguais, para efetuar medições das distâncias no canteiro de obras e esquadrejar grandes ângulos. Isso lhes permitia traçar os planos de construção das obras que realizavam por encomenda dos poderosos e, principalmente, da Igreja Católica.

O método é utilizado até os dias atuais por mestres de obra, quando precisam achar o esquadro da fundação de uma obra.

As catedrais antigas eram orientadas de modo que seus eixos ficassem no sentido Oriente-Ocidente e os mestres de obras dominavam as regras da astronomia que lhes permitiam determinar com exatidão a orientação deste eixo. Uma estaca era fincada no terreno, sobre este eixo, no ponto indicado

A partir daí, estacas eram fincadas a espaços regulares, conforme os pontos no desenho.

Considerando o Teorema de Pitágoras, onde o quadrado da hipotenusa é igual à soma dos quadrados dos catetos temos:

Hipotenusa = 5 segmentos ou  5×5=25

Cateto menor = 3 segmentos ou 3×3=9

Cateto maior = 4 segmentos ou 4×4=16

Considerando a fórmula de Pitágoras, o quadrado da hipotenusa é igual à soma do quadrado dos catetos, temos:

25 = 9+16 e isso assegura que o ângulo tenha exatamente 90º.

Imaginemos que fossem construir uma grande catedral. Precisavam de algo mais que um metro para medir as grandes distâncias, e se valiam de cordas com nós atados a distâncias regulares e estacas, de acordo com a escala utilizada.

Com a transformação da Maçonaria Operativa em Especulativa, após o término do ciclo de grandes obras e quando o metiê já não mais era privativo das corporações de oficio, a corda de nós adquiriu um sentido mais simbólico equiparando-se de certa forma à régua.  A corda de 12 nós representava a partir daí a cadeia de união entre os maçons.

Mas, diferentemente da Maçonaria européia, onde prevalece o número de 12 nós para a corda, entre nós brasileiros ela passou a ter 81 nós.  Deve ser a inflação. Não há uma explicação plausível para isso, nem se tem notícia de quem foi o inventor de tão brilhante idéia.

Temos visto, circulando pela Internet, alguns trabalhos sobre a corda de 81 nós, trabalhos delirantes, exagerados, com interpretações mirabolantes de numerologia que beiram o ridículo.

Preferimos algo mais sóbrio, uma interpretação onde o número 8 representa o sinal de infinito colocado na posição horizontal, com a mesma forma de um nó de corda, ao lado do número 1, significando a existência de algo além do infinito, ou seja, o infinito +1

∞ + 1

Esta interpretação tem a simplicidade das grandes verdades.

Concluindo, nosso objetivo aqui foi lembrar que podemos encontrar e interpretar a simbologia existente em inúmeros lugares, pois contamos com ferramentas de interpretação aplicáveis não só aos símbolos maçônicos, mas também às obras de arte, à literatura, ao cinema, sem nos limitarmos às surradas fontes que nada agregam ao nosso conhecimento e que se limitam a repetir ad nauseam como papagaios, as idéias de Castellani, Rizzardo, Teobaldo et allia.

Bibliografia:

http://www.masonic-lodge-of-education.com/47th-problem-ofeuclid.html

Publicado on março 27, 2011 at 5:00 pm  Comments (24)  

The URI to TrackBack this entry is: https://bibliot3ca.wordpress.com/corda-de-81-nos/trackback/

RSS feed for comments on this post.

24 ComentáriosDeixe um comentário

  1. De todos os assuntos que li sobre o tema,este é sem dúvida a mais coerente explicação ! Parabéns

  2. […] Fonte: Corda de 81 Nós […]

  3. Outro dia, conversando com um Ir.´. antigo e experiente e abordando o assunto “corda de 81 nós” ele me disse que isso só passou a existir a partir dos anos 50 quando 81 grãos mestres de várias partes do mundo se reuniram em uma das chamadas mesas redondas da CMSB e daí surgiu a CORDA DE 81 NÓS. Diz ele que na CMSB existe esse registro. Faz sentido.

  4. Por favor não inventem mais coisas,,, Deixem os rituais maçônicos como sempre foram.

  5. Muito bom apreendemos a cada minutos de nossas vidas…

  6. Conheço muitas lojas latinoamericanas que não usaam Corda de 12 nem de 81 nos,,,, Eles usam uma Cadeia a “CADEIA DA UNIÃO”… ou seja suas Lojas não tem essa “Corda” porque????

    • A corda com 81 nós ao redor da abóbada é uma invenção brasileira. O que existe na tradição maçônica é a corda de 12 (ou 13) nós que servia para medições no canteiro de obras. Na França existe, ou existiu, algo parecido, os “laços de amor” na decoração das lojas, mas não se referiam à corda de 12 ou de 81 nós.

      Fruto da imaginação e da criatividade tupiniquim…

  7. Conheço muitas lojas Latino-Americanas que não tem corda de 12 ou 81 nos nem nada… Eles usam a “Cadeia de união” essa Corda só vi no Brasil…Porque???

  8. Interpretação racional (RM) para a esquadria da corda de 81 nós :

    HIPOTENUSA : 33,75 [
    CATETO 1 : 27 [=> (27×27) + (20,25×20,25) = (33,75×33,75)
    CATETO 2 : 20,25 [

    No ponto 40,5 (81/2) acima do Ven.´. ela se divide em 2 a esquerda e a direita.

    Se quiserem efetuar esta prova considerem 81 dividido em 4 partes de 3 (ou seja em 12 partes) o que dá para cada parte de 3 o valor de 20,25 dai os valores proporcionais para os catetos e hipotenusa.

    Um TFA a todos.
    Donato.

  9. Rsss vcs se dizem estudiosos, e irmãos ,vcs não se respeitam nem entre si .
    parem de discutir sobre a corda de 81 nos e voltem a pedra bruta, e vão lapidar as suas pedras , profanos de avental.

  10. considere o seguinte……em um texto inglês cita um sujeito chamado Falconer que fala de documentos de 23 de agosto de 1773…e fala dos 81 nós…..realmente templos franceses, ingleses e americanos possuem cordas com nós…não os 81 nós…..mas diria que não é coisa de brasileiros que inventam…nem foi saído do nada….a questão é sempre a omissão da origem……mas observe…alguns estudos apontam a origem do rito escocês numa simbiose com os templários…apesar de lojas maçônicas terem sido datadas depois de tal período de extinção dos mesmos…mas vemos templários até influenciando sagres ( Portugal ) onde também se refugiaram…enfim..o que me lembro parece ser uma germinação do rito com a família Stuart na Escócia e a formação do mesmo na França….antes de falar do achismo…penso que a corda que voce se refere dizendo ter 12 nós…na verdade tem treze…é um triângulo retângulo…….um côvado em um corda de medida tem dois nós…..dois côvados tem três nós…..isso porque ela desfia…assim uma corda de medida inicia com um nó…que é referencia zero….a corda contendo 3 mais 4, mais 5 côvados tem 13 nós……agora vamos ao achismo……a única referencia maçônica que aponta para uma uma corda de medida com 81 nós…..ou seja…80 côvados…é uma medida do templo de Salomão…..os templários habitaram as ruínas….é a medida do santos dos santos….20 côvados em cada lado……eu considero a corda uma ferramenta de construtor…assim como é o malho..a régua….o nível… o prumo…e por ai vai….a corda é a trena de hoje….assim como terço tem sua representação em uma religião…a corda que como ferramenta, fala de união e força…pode ter em sua origem tal medida…….finalizando considere o detalhe que o nó da corda dos templos maçônicos é o nó impresso nos ladrilhos do templo de Salomão….e não o nó de uma corda de medidas……ou seja é uma ferramenta emulada…..

    • Excelente contribuição. Você poderia produzir um texto sobre os documentos de 23 de agosto de 1773, de Falconer e publicar nesse espaço.

  11. alguem acredita ainda q planeta terra e uma esfera -_-
    pobres mentes mentes inocentes a lei marcial esta pra chegar vc todos va morrer bando de troxas

  12. gostaria de saber a distancia exata entre os nós.

    • A distância é qualquer uma, desde de que seja a mesma entre entre os nós; não importa que seja em metros, polegadas, côvados, etc. Válido para a corda de 12 nós.

  13. Segundo, um irm.’. muito estudioso em com bagagem de mais de 40 anos na ordem, refere-se a verdadeira idade de Jesus ao morrer.

    • Meu caro,

      Esse irmão passou 40 anos na ordem sem estudar coisa alguma. Além disso ele deve acreditar em papai noel e coelhinho da páscoa, e até que o atentado de 11 de setembro foi obra de muçulmanos…

  14. Irmãos sou apenas um aprendiz e agradeço por me orientar no meu trabalho a dúvida que fica é porque nos templos brasileiros temos a corda de 81nós

    • Ignorância.

      Na Maçonaria brasileira existe um costume: o “achismo”. Inventam-se coisas que nada têm a ver com a tradição maçônica. Existia uma corda que tinha 12 nós. Alguém achou pouco e inventou outra corda de 81 nós, inventando uma simbologia para isso para justificar sua existência.

  15. A corda de 81 nós, tem sua representatividade nos rituais e nos templos modernos, conforme escrito anteriormente é apenas um simbolo a mais, o importante é a interpletação do seu inicio e seu fim, a soma dos “nós” – a soma dos meses do 1º ao 33º com seus intercícios…..entre outras que devemos conhecer……

  16. A corda de 81 nós é muito mais que um símbolo, é uma alegoria, e como tal se presta como referencial para várias significações, dependendo do grau de desenvolvimento intelectual e espiritual do observador. Tem razão o Ir. que em seus comentários referiu significação nos graus de Perfeição, mas creio que sua utilidade vai mais além.

  17. Mano, a despeito das explicações de cunho matemático e filosófico, o real significado da corda de oitenta e um nós está entre os graus 9, 10 e 11 do REAA.

    • Uma das interpretações.

      A realidade é que na maçonaria original (simbólica) não existe corda de 81 nós. A corda tem 12 nós.

      A corda de 81 nós foi inventada recentemente.

      • A Humanidade é recente, comparada ao Cosmos.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: