A Rede Social Maçônica da GLUI

Tradução José Filardo

Tom Browne, Richard Massie, Adam Collantine e Mark Seller do Clube Pedra Bruta de Ceshire, Inglaterra

Tom Browne, Richard Massie, Adam Collantine e Mark Seller do Clube Pedra Bruta de Ceshire, Inglaterra

 

Com as mídias sociais e um copo de cerveja no bar local atraindo novos membros juniores, Caitilin Davies reune o Clube Pedra Bruta

Estes dias, uma recomendação para se tornar um maçom não precisa acontecer no bar local. Acesso e dispositivos de internet onipresentes significa que a mídia social está agora provando uma maneira ideal para os maçons de Cheshire procurar novos membros, mais jovens. Lançada em novembro passado para maçons juniores, Clube Pedra Bruta (Ashlar Club) tem uma página no Facebook e uma conta no Twitter que já reuniu cerca de quinhentos seguidores até o momento.

O clube é o resultado do Forum de Mestres Maçons de Cheshire, cujo objetivo é tornar a Maçonaria uma organização moderna, atraente e divertida, mantendo os seus valores tradicionais fundamentais, “Nossos lideres em Cheshire identificaram que precisavam se envolver com jovens. Agora o fórum tem vários projetos e nós estamos trazendo Cheshire para a era moderna”, explica o Mestre Maçom Mark Sellers, 36, maçom há quase dez anos.

O Clube Ashlar foi lançado com uma noite de tema grego, com a presença de cerca de quarenta pessoas. “A ideia era reunir homens para conhecer seus amigos maçons”, diz Mark. “Nós não temos duas cabeças, somos caras normais que gostam de amizade e arrecadar dinheiro para beneficência.” O membro do fórum, Tom Browne, quarenta e sete anos de idade, diz que pesquisou lojas e descobriu que as pessoas queriam mais eventos sociais. Assim, o clube realizou uma noite de Cerveja em bares de Cheshire.

Os eventos até agora têm sido tão abrangentes quanto possível, visando jovens sem excluir os idosos, e abertos aos familiares e amigos. Planos estão agora em andamento para organizar noites de queijo e vinho, noites de casino, um dia diversão em família e um baile de Natal. Em fevereiro, o clube vendeu bem mais que uma centena de entradas para uma noite de corrida – e levantou £ 1.770 para beneficência. Os próximos eventos incluem uma viagem ao Festival da Cerveja de Caridade de Chester.

Assim, a cerveja tem um lugar de bastante destaque nas atividades do clube? Tom ri. Parece ser um tema corrente.

Outro tema é o uso de mídias sociais. O membro do fórum, Phil Hopkinson criou um site (www.roughashlarclub.org), que anuncia eventos e mantém as pessoas atualizadas com notícias. Uma página do Facebook também foi lançada, mas é o feed do Twitter (@RoughAshlarClub), com notícias, comentários e fotografias, que tem sido o maior sucesso.

ENTRANDO EM UMA NOVA ERA

Embora postar tweets regulares e manter o site e a página no Facebook atualizados seja um compromisso bastante trabalhoso, o Clube Pedra Bruta já está vendo os resultados. “Irmãos mais jovens estão constantemente perguntando quando será o próximo evento”, diz Tom. “A mídia social está definitivamente funcionando e isso é só o começo.”

O membro do fórum, Adam Collantine descreve seu papel como embaixador, defensor e um pouco de porta-voz. Ele diz que o clube foi iniciado por maçons ‘jovens’, em seguida, o fórum percebeu que a idade média dos novos maçons está entre quarenta e cinquenta anos, então eles mudaram a palavra para ‘júnior’.

Adam, trinta anos de idade, tornou-se um maçom simplesmente escrevendo para a Loja Provincial dizendo que queria ingressar. “Eu tinha lido sobre isso e me sentindo um pouco desanimado com o estado do mundo, do país e da forma como as pessoas se comportam em relação às outras pessoas; eu gostei dos valores centrais da Maçonaria.”

Foi Adam e outros membros do fórum quem fizeram um esforço combinado para trazer os maçons de Cheshire para o século XXI.

“Nós dissemos que íamos publicar uma página no Facebook e um feed no Twitter como um teste para a Loja Provincial”, diz ele, revelando que a Loja Provincial acaba de começar seu próprio Twiller Teed, “Eu era um adepto do Facebook, mas o Twitter é mais rápido e constantemente atualizado.

A vantagem das mídias sociais são as informações curtas. Estou no trabalho, não tenho tempo para ler um artigo, mas posso ler cento e quarenta caracteres.

ABERTO E HONESTO

“As pessoas da Loja Provincial não entendem as mídias sociais e havia um medo de expor-se às críticas,” admite Mark. “Tem havido muita interação, mas nenhuma repercussão negativa na imprensa. O Twitter tem sido fenomenal. Todas as pessoas com quem falo, acham que é ótimo. Os caras mais velhos dizem: “Eu gostaria que tivéssemos tido isso enquanto eu estava crescendo!”

Quanto aos eventos sociais, Mark explica que as atividades maçônicas não estão separadas ou excluem o restante da vida do membro: “Esposas, companheiras e namoradas começam a apreciá-las também.” O site do clube, por sua vez, inclui uma seção para pessoas que pensam em se tornar maçons.

Ele explica a história da organização e desmonta o mito de que se tornar um maçom é difícil.

Mark diz que novos membros estão agora se candidatando através da internet; os dias de ter-se que ser convidado para ser um maçom estão bem e verdadeiramente distantes. ‘Precisamos ser abertos e honestos e deixar as pessoas saber sobre nós. As pessoas ingressam, passam por seus três graus e, em seguida, eles se perguntam – o que vem a seguir – especialmente se não existir caras mais jovens em sua loja.

Eles querem saber como se envolver mais.

O objetivo do Clube Pedra Bruta é ajudar o Craft tanto a sobreviver quanto a prosperar. Foi criada uma lista de tweeters maçônicos localizados em Cheshire para encorajar a comunicação entre todos os cantos da Província. E se a mídia social continuar a prosperar como uma ferramenta de comunicação e de recrutamento, o que está acontecendo em Cheshire poderia fornecer um modelo para outras Províncias Maçônicas – então fique de olho neste espaço. Ou para quem já está no Twitter, siga @RoughAshlarClub”.

http://freemasonrytoday.com/magazine  – Número 22 -Página 50

Publicado on agosto 24, 2013 at 5:13 pm  Comments (4)  

The URI to TrackBack this entry is: https://bibliot3ca.wordpress.com/a-rede-social/trackback/

RSS feed for comments on this post.

4 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Espero que essa” febre” passe por aqui. Chega desse pensamento Monárquico-maçônico que atravanca a base de nosso ideal que é o Progressismo.

  2. O Homem deve adaptar-se as mudanças , isto é inevitável e a internet já globalizou sem emendas ou intercâmbios a comunicação direta com todo o Planeta . Por isto acompanha e muda ou desapareceremos.

    T.’.F.’.A

  3. Infelizmente tudo que se diz de “ruim” infelizmente está acontecendo conosco. Aquela Maçonaria dos velhos tempos já não existe. Lamentável, perdemos a nossa identidade. Abraços.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: