Confraria dos Cavaleiros do Malte e da Música

Quem somos nós?

A Confraria dos Cavaleiros do Malte e da Música (a Sociedade) é uma associação regida pela lei de 1 de julho de 1901 e do Decreto de 16 de agosto de 1901, registrada em 26 de dezembro de 2013.
Ela trabalha de acordo com o seu objetivo em forma de Fraternal. Isso significa que somente irmão e irmãs maçons que atingiram o terceiro grau (Mestre / Mestra) podem ingressar. A Confraria passou a participar da Federação do Círculo Europeu das Fraternais para se juntar a outras Fraternais em um espaço sério, controlados e reconhecidos pelas Potências.
A Confraria foi fundada por três mestres maçons de diferentes horizontes maçônicos. Cinco pontos comuns os aproximam: o 3 mais vocês conhecem mais o amor pela música e pela flor do malte.
Importante: degustar não é sinônimo de abusar. O excesso não se encaixa nem em nosso funcionamento nem em nossa abordagem, e muito menos em nossa ética.

Qual é o propósito da Confraria?

Promover o conhecimento e a descoberta da música e do uísque. Reunir homens e mulheres em torno da criação musical em geral e / ou do universo do uísque, dar-lhes a conhecer estes domínicos por meio de reuniões, viagens, conferências, representações, concertos, visitas , intercâmbios (físicos e virtuais), degustações, seminários, colóquios ou convenções. A Confraria pode organizar qualquer evento ou operação envolvida no desenvolvimento ou na promoção, direta ou indireta desses universos. Ela também pode implementar qualquer acordo ou parceria, nacional ou internacional, com outras estruturas existentes ou futuras, em conformidade com a sua finalidade e, com a finalidade de expandir sua rede ou se implantar na França e no exterior.
Além de eventos excepcionais, reuniões em torno de um almoço-degustação (mediante reserva) são realizadas mensalmente e são geralmente organizadas em Levallois-Perret (92).

Por que whisky e música?

O universo do whisky é antigo, vasto e incrivelmente diversificado. Ele está em permanente expansão. Exatamente como o universo da criação musical.
Abordar uma ou outra dessas paixões inclui muitas lições; assim abraçar os dois proporciona experiências maravilhosas.
A ideia de combinar a orelha ao palato, o gosto ao ouvido ou completar as quatro sensações da degustação (visual, tátil, olfativa, gustativa) com a audição nos parece original e sobretudo inovador, vez que inexplorado.
Os epicuristas serão os primeiros a nos entender.
Mas … não sonhamos ser todos epicuristas?

Por que uma Fraternal?

Na maioria das vezes uma Fraternal agrupa irmãos e irmãs maçons que trabalham no mesmo setor profissional. Entretanto, um Fraternal também podem surgir em torno de centros de interesses ou paixões comuns. Este é o caso da Confraria dos Cavaleiros do Malte e da Música.
Descobrir a arte da degustação, ouvir o belo, reunir-se em torno de uma bebida excepcional, encontrar um cantor de soul, um músico de jazz, um tenor ou uma soprano, um guitarrista de rock ou um cantor de blues, um artista pop, partilhar experiências um Mestre de adega ou Mestre Misturador, ouvir uma crítica de whisky ou um jornalista especialista de música popular … trocar, comparar, discutir, aprender, vibrar … viver estes universos emocionantes, entre Irmãos e Irmãs, em convivência , fraternidade, tolerância … e harmonia; este é o nosso objetivo.

Como participar?

Para ingressar na Confraria, é preciso ter um padrinho ou madrinha e ser aceito.
É preciso também ser um membro ativo de uma loja maçônica e ter atingido o terceiro grau simbólico.
Para obter informações, você pode entrar em contato conosco .

Até mais ver … em torno de nossa paixão.
Fraternalmente.

http://leschevaliersdumalt.com/

Tradução José Filardo
Anúncios
Published in: on maio 19, 2016 at 4:00 pm  Comments (2)  
Tags:

The URI to TrackBack this entry is: https://bibliot3ca.wordpress.com/2016/05/19/confraria-dos-cavaleiros-do-malte-e-da-musica/trackback/

RSS feed for comments on this post.

2 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Obrigado irmão José Filardo por este conteúdo maçónico.
    Os imãos cavaleiros de malte e música são muito interiorizados naquilo que realizam pelo que gostei um dia fazer parte.
    Vivo insoladamente em Angola sem conhecer nenhum irmão maçónico ou uma loja, razão pela qual não consigo de realizar os meus graus simbólico, desde iniciação a outros graus.
    Fui admitido apenas na Ordem Maçónica Internacional le droit humain no Brasil via internet e me indicaram para Africa do Sul país que nunca fui.
    Estou em Angola-Luanda procurando se encontre qualquer loja maçónica.

  2. Abraços, Ari de Sousa Lima – Sec. Geral Adj. de Orient. Rit. Rito Schröder-GOB *(61)3965-2190/8154-8172* *“Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina!” (Cora Coralina)*


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: