RACIONALIDADE

Recebi essa foto com a pergunta: Novos paramentos da maçonaria?

Eu gostaria de saber o nome da loja para dar-lhes os meus parabéns pela aceitação disso.

É um exemplo a ser seguido, já que a vestimenta do maçom é o avental e essa fixação em paletó e gravata é um anacronismo irracional nos trópicos.

 

Anúncios

The URI to TrackBack this entry is: https://bibliot3ca.wordpress.com/2014/12/03/racionalidade/trackback/

RSS feed for comments on this post.

10 ComentáriosDeixe um comentário

  1. A vestimenta do Maçon é o AVENTAL. Logo não importa o tipo de vestimenta que ele esteja usando. Desde que se apresente com as VESTES MAÇÔNICAS previstas em nossas Leis nada impede que ele frequente as reuniões. Poderia, também, caso quisesse, usar o balandrau.
    Aderlan Porto

  2. A vestimenta do Maçon é o AVENTAL. Logo não importa o tipo de vestimenta que ele esteja usando. Desde que se apresente com as VESTES MAÇÔNICAS previstas em nossas Leis nadas impede que ele frequente as reuniões. Poderia, também, caso quisesse, usar o balandrau.
    Aderlan Porto

  3. Eu, Romulo Lima ayres, MM.`. iniciado na Loja Redempção (GOB) já assisti reunião fardado de PM. Bem como já assisti reuniões (GOB) em que autoridades eram militares e revestiram o avental publicamente. Não entendo o que quiz dizer de anacrônico e tropical, é algum preconceito e discriminação? Novos paramentos da maçonaria o que quer finalmente ao escrever e insinuar a respeito, quer que outros falem o que você não escreveu?
    Atualmente membro da Comercio e Artes. 0001-GOB.
    T.`.A.`.F.`. Romulo

  4. Querido Irmão Zé Filardo, temos muita coisa em comum, sobretudo em concordarmos com as velhas tradições. Evidente que em uma Reunião Magna de Iniciação, sugere-se uma vestimenta social. Contudo, a Vestimenta, a Indumentária obrigatória de um Maçom ao adentrar em um Templo Maçônico durante os Trabalhos, ao permanecer em um Templo durante os Trabalhos, é o AVENTAL. Este sim não poderá deixar de usá-lo e não poderá ser retirado ou trocado dentro do Templo. Mas a boa educação induz a não usar Tênis ou Camiseta Cavada… Parabéns hoje e sempre pela vossa sabedoria e conhecimento !!! Um fraterno abraço do Ir.’. Ricardo M Coelho

  5. Provavelmente quem perguntou sobre o traje não deve lembrar do assunto tratado no dia pois esta mais interessado em difamar do que instruir

  6. Cada vez mais você encontra IIr.´. de outros países que não usam o nosso tradicional e exigido “terno preto, camisa branca etc. Fico muito feliz com a presença de um Ir.´., com os nossos parlamentos indiferente de sua roupa. Lembro-me de uma Universidade que desejava me contratar para dar aula de pós, disseram que era fundamental paleto e gravata. Perguntei o que eles estavam contratando o meu saber ou a minha roupa. Parabéns ao Ven.´. Mestr.´. e aos IIr.´. desta Loj.´.

  7. Também tenho batido nisso há tempos..

    Inclusive que as potencias brasileiras não deveriam legislar a respeito da vestimenta do maçom, que deve saber como se vestir socialmente.. terno, balandrau, etc., não são indumentárias maçônicas, são roupas, nada mais que isso.. Só países de terceiro mundo mesmo exigem uma coisa desse tipo, apesar que no Haiti os maçons se reúnem dessa forma, à vontade. O que temos que portar, é o avental.

    Não tem cabimento uma legislação, RGF, perder tempo dizendo como eu ou vc temos que nos vestir.. daí se deduz muitas outras situações.. a interferência ditatorial, monárquica que temos, ou seja, a Maçonaria é um império, não um centro de estudos onde se desenvolvam a democracia, os direitos humanos, etc.. Tudo depende do tirano que está no poder, ou de seus seguidores.. amanhã ou depois vão determinar que usemos cueca preta também, e aí? Os cordeirinhos, como ocorre com 99,999 % dos maçons (eu não me incluo) aceitam sem discordar, sem contestar…

    (eu pelo menos já demonstrei minha discórdia, já questionei, etc.. mas continuo usando)

    Mas é muito bom espalharmos isso por ai..

    tfa

  8. Sei que temos de ter tolerância, mas caberia a Loja dispor de um “balandrau” para esta situação de emergência….são os vícios tomando o lugar das virtudes, infelizmente.

  9. interessante.

    eu, sempre que a empresa forneça, gosto de utilizá-los, mesmo não precisando por dever acho práticos e confortáveis. o pessoal estranha um pouco, mas uso assim mesmo. aqui mesmo os colegas estranham, uso o mesmo uniforme de motoristas e ajudantes…

    Já na maçonaria é de fato um grande progresso, apesar de que no caso, é um uniforme oficial do estado, faz sentindo.

    inclusive ontem há tarde, passei num irmão médico para solicitar um atestado de saúde, ele não me conhecia, o mano Wagner que recomendou. acho que ele estranhou um pouco me ver de uniforme…me perguntou várias vezes o que eu fazia…hahaha

    mas tudo bem, agora tudo em ordem, o venerável vai encaminhar essa semana a documentação para a GLESP antes que ela feche quarta-feira próxima, voltando as atividades, a iniciação será em meados de fevereiro ou inicio de março.

    abbraccio!

    P.S. Domingo paguei um mico, fui ver no mapa o caminho para Caconde(quem sabe consigo ir), e estranhei ser em São Paulo, poderia jurar que é em Minas Gerais, se fosse a pergunta de R$1.000.000,00 teria perdido…

  10. Aquele irmão é um policial militar fardado. Se ele saiu de seu quartel e foi direto para a Loja, não iria poder frequentar por estar fardado? Não tem cabimento.

    Meu pai era também um militar e muitas vezes frequentou a loja fardado. Não vejo problema nisso.

    TFA

    Maya


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: