Polícia Federal e Maçonaria se unem no combate à corrupção


http://www.onorte.net/noticias.php?id=41151 06/11/2012 – 19h01m

A Polícia Federal pediu a ajuda da Maçonaria para combater a corrupção no Norte de Minas. O delegado Marcelo Eduardo Freitas, chefe da Delegacia da Polícia Federal no Norte de Minas, acompanhando do delegado Tiago Garcia, participaram da reunião conjunta com as 23 lojas maçônicas de Montes Claros, na noite de segunda-feira, dia 5 de novembro, no templo da Loja Maçônica Estrela de Montes Claros.

A sessão foi presidida pelo venerável Olimpio Maia Abreu e pelo presidente do Conselho de Veneráveis do Norte de Minas, Mauricio Sérgio Souza e Silva. Na mesma sessão, o coronel Franklim de Paula Silveira, comandante da 11ª Região da Policia Militar,mostrou os indicadores de criminalidade em Montes Claros e as providências para reduzir esta situação.

O principal pedido do delegado Marcelo Eduardo Freitas é de que a Maçonariaconscientize e sensibilize os seus membros e a comunidade para inibir a corrupção, orientando a população a fiscalizar a aplicação do dinheiro público. Ele lembra que a impunidade é uma das causas do aumento da corrupção e raramente os acusados deste tipo de crime são punidos criminalmente.

Durante o encontro, o delegado Marcelo Eduardo Freitas mostrou que a corrupção causa um rombo de R$ 200 bilhões no Brasil, equivalente a 5% do Produto Interno Bruto, equivalente a 20% do investimento no país e causa os mesmos impactos do tráfico de drogas. A consequência disso é o caos vividos nasaúde, educação, além de prejudicar as políticas de habitação e ainda, a sobrevivência de diversas famílias carentes.
Criminalidade

O coronel Franklim de Paula Silveira, comandante da 11ª Região Militar da Policia Militar e também presente à reunião, fez apelo aos maçons para serem parceiros da PM e ajudar a diminuir a criminalidade em Montes Claros. Ele citou como exemplo positivo, a adesão aos Projetos Vizinhos Protegidos e Comerciantes Protegidos, que tem ajudado a combater a criminalidade, mas lembrou, que ainda não foi possível, levar o projeto a todos bairros, pois esbarram em diversas questões como falta de recursos.

Outra ação, que de acordo com o Coronel Franklin é simples, embora importante, é a limpeza de lotes vagos, que servem de esconderijo para os criminosos, assim como uma iluminação de melhor qualidade, por parte do poder público. Ele informou ainda, que Montes Claros está reivindicando a instalação de 72 câmeras de vigilâncias, mas a autorização inicial é para 18 câmeras. Outra reinvindicação ainda não atendidaé a construção do Centro de Recuperação dos Drogados.

Antes de finalizar ele apresentou os indicadores de violência em Montes Claros, que segundo ele, são otimistas, pois o número de crimes violentos teve uma queda de 4,9%, saindo de 1.333 em 2011 para 1.267 até outubro deste ano. Já os crimes violentos contra o patrimônio, como assaltos e roubos, teve queda de 9,1%, com 1.162 casos em 2011 e 1.056até agora. Neste ano, a Policia Militar apreendeu 482 armas de fogo em Montes Claros, enquanto no ano passado, foram 471 e em 2010, 427 armas. Foram realizadas 4.705 operações policiais em 2012, contra 3.789 em 2011 e 2.592 em 2010.

 

Anúncios
Published in: on novembro 8, 2012 at 10:01 am  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://bibliot3ca.wordpress.com/2012/11/08/policia-federal-e-maconaria-se-unem-no-combate-a-corrupcao/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: